*




25 de mai de 2009

Discernimento

Foto: Marli Reis

Quase todo dia somos desafiados pelos acontecimentos circunstanciais da vida, eles formam uma cerca, e algumas delas, não protegem, são mais parecidas com uma prisão, que sem a manutenção das jornadas para a ponderação, formam-se labirintos. Para que lado caminhar? Para o lado que alivia e permite o discernimento. Mas como saber qual é? É algo que acontece antes da capacidade de discernir, é a parada para ouvir a intuição, aguçar os sentidos, sabemos. Mas como adquirir o discernimento? As mudanças começam por experiências diversas e particulares, mas neste ângulo, a partir do eu-dedicado-a-ouvir-o-pensamento-dedicado - a - acertar, sem, entretanto, subverter as palavras e os sentimentos, apenas recebendo do intelecto a claridade do conhecimento pesquisado, meditado, adquirido. Ah, esse âmbito do ser em confluência nesses caminhos já encontrados e percorridos pelos amigos da ponderação!

Nenhum comentário: